26 abril, 2010

Pierrot

Sou palhaço e pessoa...
Fiz do meu destino divertir
Fazer bem e, fazer rir
Haja Sol ou chuva
Em minha alma peregrina.

Pintura em porcelana de Fernanda Amândio
(frente e verso de Jarra)

No palco do circo ou da vida
Tenho no riso o melhor sequaz
Quando me chegam as penas …
Pinto uma lágrima no canto do olho
E sem que ninguém dê conta
Choro, a rir de mim mesmo….

Sou o Ritraquinas
Oficio todos os dias a alegria,
Porque antes as minhas tristes penas
Que ter pena
daquele rosto triste de criança!
Texto de Noémia Travassos

6 comentários:

helia vale disse...

Adorei a jarra é diferente e está linda Parabens

maria josé cardoso disse...

gosto muito desta peça Fernanda!
Quando podemos vê-la exposta?
bj
zezinha

Nônô disse...

Esta peça está um encanto!...
Um trabalho lindíssimo e original.
Parabéns!

wallper.lima disse...

A figura do palhaço pra mim, é mto forte, sinto neste personagem um pouquinho de cada um de nós...tanto que várias vezes já me travesti deles, e senti através daquela roupa, daquela pintura, o quanto existe de mistério, magia, um ser tão feliz, e ao mesmo tempo tão triste...essa jarra ficou linda, amei!
Noêmia, estou aqui também para agradecer seu comentário sobre Watteau, realmente gosto mto de seus comentários, porque vc decifra os sentimentos, vc lê e interpreta, isso pra mim é fundamental. Deixei lá como sempre, um fechamento geral da postagem.
Acabei de postar um quadro meu, espero vê-la por lá.
Bjos.
Waleria Lima.

Baby disse...

Sorriso bonito...
poema ainda mais...

Sempre pensamentos profundos e cheios de ternura

Bom fim de semana

Noemia Travassos disse...

Em nome da Fernanda Amândio
um mt obg a todos que visitaram esta publicação e aos vossos comentários. Apesar da peça ter dado mt adrenalina a criar e executar e como sabem estas coisas "mexem" connosco, receber os vossos aplausos dá ainda mais força para continuar esta luta da conquista da perfeição. Um Beijãoooooo!