28 setembro, 2010

Oficinas de Verão


Nada melhor que o tempo seco e quente para se efectuar um seminário de modelagem de pasta de porcelana. Porém e antes dos detalhes da execução, vamos recuar bem no tempo e identificar sucintamente aquilo que já foi considerado o “ouro branco” do Oriente – a porcelana.

Foi na China, durante a dinastia Han entre o ano 206 a.C. e 220 d.C., que a pasta da porcelana teve a sua origem. Composta por uma mistura de caulino (40%), feldspato (25 %), quartzo (25%) e argila (10%), caracterizava-se pela sua brancura, transparência e dureza.

Etimologicamente, a palavra porcelana deriva de "porcillus" nome de um crustáceo do Mediterrâneo  cujo brilho e transparência os europeus dos séculos XVI e XVII associaram às peças de porcelana trazidas para o continente europeu através da Companhia das Índias, Portuguesas, Holandesas e Inglesas.

Foi pela mão de Marco Pólo,  perto do final do século XIII e numa das suas expedições que pela primeira vez trouxe para a Europa algumas peças do “ouro branco”, como era então designada a porcelana, tornando-se rapidamente num artigo de luxo imprescindível para abrilhantar as mesas mais requintadas da soberania.

Aproveitando o bom tempo deste Verão, fizemos um seminário básico de modelação da pasta com vista a criar jóias de adorno, pelo processo a seguir documentado :


1. Amassar a pasta  até se tornar bem elástica e maleável.

2. Estender com o rolo de madeira, tendo o cuidado de a deixar com a mesma espessura em toda a sua extensão e sem bolhas de ar.


3. Segue-se o corte das peças/modelos.
Podemos utilizar formas de corte ou um cartão previamente desenhado com o modelo pretendido. Pode-se ainda imprimir texturas na pasta com os mais diversos materiais (rendas, redes, plásticos, materiais texturados, etc…).

4. Colocam-se as nini-porcelanas em cima de uma placa de gesso, a qual irá absorver a humidade contida nas peças e deixamo-las secar por cerca de meia hora. Em seguida com uma pequena esponja húmida e peça por peça, vamos alisar as arestas e todas as imperfeições resultantes do corte.

5. Depois de bem secas (48 horas) sofrem a primeira queima, denominada biscoito, a uma temperatura de 900º C, cujo objectivo é dar às peças resistência e porosidade necessária para a perfeita absorção do vidrado. Nesta etapa as peças têm um tom branco baço similar ao gesso.

6. Através de um processo manual de imersão e/ou vaporização (usando um compressor), o vidrado adere à superfície da peça, formando uma película de cobertura.
7. Após a aplicação do vidrado ocorre uma segunda queima, controlada (por step's) e realizada a uma temperatura que varia entre os 1280º C e 1400º C (dependendo da especificação da pasta de porcelana).


8. Nesta fase a pasta torna-se completamente compacta, sem qualquer porosidade e perfeitamente vitrificada, adquirindo uma cor branca translúcida. Em todo este processo, reduz cerca de 30 %  da peça inicial.






9. Chegamos assim à última etapa,  a da decoração. As opções são infindáveis, na razão proporcional da criatividade do artista.

10. Nestas jóias, usei apenas ouro e prata, mas poderia ter usado lustres ou ainda as tintas de porcelana. Finalizei a decoração com uma aplicação de pérolas coladas.

E "voilá " ...... Peças únicas, lindas e personalizadas.


Estão abertas inscrições, para seminários (no atelier da Maia  ou noutro  a combinar) . Todos os interessados poderão contactar-me através do e-mail: noemia.travassos@gmail.com e obter todas as informações adicionais.


6 comentários:

Cleo Borges disse...

Rita querida, acho que todas as pessoas que trabalham com Porcelana e tem um blog, ja sabem o quanto eu gosto de porcelana, porem ainda nao tive disponibilidade para comprar um forno. Amo arte. Mas sei que existe alguma porcelana que podemos queimar no forno de casa. O que eu poderia fazer para experimentar?
Logo que vi esta pasta e voces preparando joias de porcelana, fiquei babando! Querida se vc. tiver algo que possa compartilhar comigo ficarei muito feliz e agradecida.
Beijos,
Cléo Borges

Noemia Travassos disse...

Olá Cléo,

Creio que se enganou no nome mas não tem qualquer importância.
Sem dúvida que o trabalho com a porcelana é super cativante embora exigente. Quanto à sua questão, existem com efeito, pastas de secagem rápida (p.ex. no forno de cozinha) embora o resultado final seja diferente do da verdadeira porcelana. Essa pasta pode ser adquirida (em Portugal) nas lojas de produtos de artes manuais e decorativas. Experimente efectuar uma pesquisa na internet, decerto irá encontar com facilidade.
Um abração e volte sempre Cléo.

Cleo Borges disse...

Oi Noemia, desculpe pelo engano do nome. isso porque estou entusiasmada e vejo pssibilidades de comprar um bom forno. E antes eu tinha mesmo visitado uma postagem de um arita, perdoe-me.
Mas sempre estarei por aqui te perguntando as coisas.
Agora mesmo me disseram que se eu puder comprar um forno de 1300º sera muito bom, pois poderei fazer varios tipos de trabalho.
è isso mesmo?

Estou com vontade de comprar um de 80.70.80 como gosto de peças grandes , dá pra fazer um trabalhos bem legais, nao dá Noemia?
Obrigada Noemia pela sua atençao e carinho. Deus a de te recompensar..Bjos,
Cléo

Noemia Travassos disse...

Olá Cléo,

Com efeito só com uma mufla de 1300º C é que consegue executar peças em porcelana, pois normalmente a pasta vitrifica a 1280ºC. Uma dessas queima bem programada, demora cerca de 10 horas com o respectivo custo de energia. O preço do forno quase duplica (em relação aos normais) bem como exige a instalação de uma corrente eléctrica trifásica.
Se a sua intenção for, maioritariamente pintar peças de porcelana compradas em branco, talvez lhe seja mais rentável comprar um forno de 1100º grande e quando decidir modelar peças, pagar a queima a alguém que já tenha uma mufla de 1300 ºC.
Espero que esta informação lhe seja útil. A minha experiência estará sempre à sua disposição bem como de todos aqueles que necessitem de esclarecimentos ok?
Bjinhos do Porto

Bonecas da Filó disse...

Olá!Obrigada pela sua visita!

Pois eu tambem adoro porcelana...e de a pintar tambem..Vou adicionar o seu blog para estar atenta ás suas postagens!:) Beijinhos e felicidades

ARTE E VIDA disse...

Belos trabalhos,parabens